domingo, 26 de julho de 2009

Sexo bom - maneira de Deus.

Sexo está em todo lugar.

Você vai para o cinema com suas amigas. Vinte minutos depois, as estrelas estão se agarrando às roupas umas das outras. Cinco minutos se apalpando e vocês começam a se sentir um pouco mais que desconfortáveis.

Sua melhor amiga te mostra uma revista adolescente numa viagem ao campo. Isso pode ser uma matéria sobre moda, mas as fotos são de modelos que estão dificilmente vestindo alguma coisa – e a coluna deixa ainda menos à imaginação.

Não há maneira de contornar isso. Nós vivemos numa sociedade sexualizada. Publicitários usam o sexo para vender tudo, desde motocicletas até sabão.

Músicos cantam sobre isso.

Até sua escola deve ensinar que você pode fazer todo sexo que você quer, desde que você “se proteja”.

É difícil permanecer puro com toda informação que estão jogando sobre você, mas isso é possível. Você pode fazer isso!

O ideal de Deus.
Você sonha com um romance e seu casamento? Você acha que guardar o sexo pode fazer disso melhor ainda? Você se pergunta se Deus concebeu isso dessa maneira?

Não, essas perguntas não são pegadinhas. Sua adolescência é a fase em que seu corpo muda e você começa a pensar em romance – e seu primo distante, sexo – com mais freqüência.

Talvez você não tenha ouvido muito sobre sexo na sua igreja. Esse pode ser um assunto incômodo para ser falado, mas isso é aquilo que toda pessoa concorda, cristão ou não cristão.

Deus olhou para Adão logo que o criou e disse “Ele precisa de uma parceira”. Então Ele criou a mulher e disse a eles para “serem férteis e multiplicassem-se”.

E como eles deviam acompanhar isso? S-E-X-O. Gênesis 1:31: Deus viu tudo o que tinha feito e viu que era muito bom. Deus viu o homem, a mulher e o sexo que Ele projetou e Ele disse que isso não era apenas bom, mas muito bom.

Por que o sexo se torna feio.
Por que há pessoas que tratam o sexo como algo proibido, secreto, errado ou embaraçador? Pelo contrário, nós deveríamos estar nos deleitando nisto porque Deus fez isso para aproveitarmos, certo?

O fato é que sexo é sobre conexão, comunicação e união no mais profundo nível humanamente possível. Sexo é duas pessoas aderindo a uma maneira que as faz fisicamente, mentalmente, emocionalmente e até espiritualmente um.

É mais que um ato físico. É a expressão de confiança, vulnerabilidade, paixão e comprometimento. Sexo é criação; é como uma nova vida é criada. Sexo é a expressão de amor e celebração do prazer. Isso pode ser emocionante, profundo e arrebatador.

Mas tem um porém.

Isso só acontece dessa forma quando é feito certo. De outra maneira, não importa o que você ouviu ou viu do contrário, isso vai ser exatamente o oposto: insatisfatório, profundamente doloroso e destrutivo. Já ouviu que com grande poder vem grande responsabilidade? A sentença nunca foi tão verdadeira quanto com sexo.

QUENTE!
Você pode pensar em sexo como fogo. O uso correto – como uma calorosa fogueira ou uma vela acesa – pode salvar a sua vida. O uso incorreto – como um incêndio na cortina da sua sala de jantar ou num pinheiro na floresta – mata. Deus criou o sexo para ser bom e agradável, mas Ele também estabeleceu algumas regras específicas para o sexo.

Ele não estava tentando tirar toda a diversão. Ele sabia que isso seria um presente muito poderoso: com o poder de conectar ou destruir pessoas no mais profundo nível. Ele fez isso para ser um presente que vincularia um homem e uma mulher para sempre – então ele fez isso para somente ser usado no vínculo do casamento.

É claro, junto com toda coisa boa que ele poderia distorcer, satanás perverteu e distorceu o sexo. Não há ninguém na terra que não tenha sido diretamente afetado com o dano e a destruição que o sexo pode causar: vícios, doenças, estupro, incestos, exploração de todo tipo, incontáveis vidas arruinadas e até crianças morrem por causa do sexo e suas horríveis repercussões.

A meta para o cristão, homem e mulher, é ganhar de volta o presente, estando absolutamente focado no plano de Deus para glorificar a Ele com isso. Se você deseja agradar a Deus com sua vida e você deseja celebrar o seu amor por Deus e seu marido no casamento, você precisa se comprometer a esperar por Deus unir você a aquele único homem.

Com certeza, você pensa. Eu adoraria fazer isso. Mas eu tenho anos até casar, e como eu posso saber que o que você está dizendo é verdade? Você não sabe o que Deus planejou para mim. Pelo que eu sei, meu marido vai ser velho e feio.

Você está certa. Nós não sabemos o que Deus planejou para sua vida. Mas pergunte a si mesma se você realmente quer desafiar isso. Por que ser uma das mulheres que pensam que nada de mau vai acontecer se não decidir esperar? Muitos dos homens e mulheres antes de você pensaram que eles poderia continuar glorificando a Deus para o resto de suas vidas e manter a sexualidade deles para eles mesmos. De fato, você deve conhecer alguma mulher que decidiu isso. Talvez você pense que nada de mau aconteceu a eles por decidirem o que decidiram.

Confiando em Deus.
A verdade é que ninguém pode louvar a Deus com a sua vida inteira enquanto mantém parte dela afastada dEle. Se você quer ter uma vida feliz, satisfatória, você tem de se comprometer a louvá-lo com a sua sexualidade, tão bem como o resto de você.

Então agora, deixe-O ter controle da sua sexualidade e decida seguir Seu caminho de pureza enquanto você espera. Romanos 12:1 chama isso de “ofertar seus corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus”.

Isso significa deixar o presente do sexo aos pés de Deus e confiar nEle para proteger isso até a hora certa. E, de fato, não há outra opção. Quer nos comprometamos a esperar e permitir que o sexo seja a coisa bonita, satisfatória, excitante que pretende ser, quer prejudiquemos a nós (e os outros), perdendo o presente e tendo que aceitar as conseqüências mais tarde.

Isso pode soar áspero, mas, amiga, são apenas os fatos.

Fragmentado de Bloom: Guia para meninas crescerem com Susie Shellenberger.
Texto retirado e traduzido do site da revista Susie - uma vizinhança global para meninas.
http://www.susiemagazine.com/

6 comentários:

  1. Amém!

    O casamento pra mim é um propósito. um sonho. Eu vou esperar.
    Eu vou (nós todas, mulheres de Deus) ter um casamento abeçoado. :)

    thanks, Nila pela tradução.

    ResponderExcluir
  2. ''A verdade é que ninguém pode louvar a Deus com a sua vida inteira enquanto mantém parte dela afastada dEle. Se você quer ter uma vida feliz, satisfatória, você tem de se comprometer a louvá-lo com a sua sexualidade, tão bem como o resto de você.''

    Essa parte me lembrou de uma fase da minha vida. Parece que foi escrito para 'eu' daquela época. rs.
    Eu não colocava DEUS no centro. Deus era uma parteziinha da minha vida.

    Quando eu resolvi, ou melhor, quando Deus acendeu meu coração para ser dEle, só dEle, me comprometer, minha vida mudou. E continuo buscando mais a presença de Deus a cada dia.

    ResponderExcluir
  3. ahh, o texto da Susie *---* quem foi que mostrou o site, quem, quem? :DD ehehehe. amoo esse texto (: ahh, foi vc mesma qe traduziu?
    GBYS! <33

    ResponderExcluir
  4. Ah, eu não comentei? :O Cara, amei teu post *-*
    Realmente, além de tudo isso, deve ser muito mágico esperar até o casamento. Eu quero os planos de Deus pra minha vida. Mas mesmo quando eu tava no mundo, eu, apesar de tudo, sempre quiz me guardar para o casamento! *-*

    ResponderExcluir
  5. Olha Nila, não te conheço, mas já gostei de você. Esse post me traz à memória muita coisa: que eu disse, pensei e vivi por muito tempo. E adivinha? Continuo vivendo da mesma maneira, a maneira que me aproxima do Espírito Santo de Deus. Penso em sexo dessa exata maneira, como um presente do casamento, amor e laços, não mero desfrute da carne.

    Amei o texto, e o blog inteiro, beijo Amada.

    ResponderExcluir